IAN RASSARI
BRAZILIAN, BORN 1996

Ao conhecer Ian Rassari, seja em carne e osso ou foto, firme um compromisso com o mundo: nunca julgar alguém pela idade.   Com pouco mais de vinte anos, Rassari não esconde a juventude e a inexperiência, mas as escancara. Tira delas vantagem. E aprende. E amadurece.

Os nus de Ian Rassari são experimentais, mas nunca gratuitos. O erotismo passa ao largo, longe, como se atravessasse o horizonte no fio de uma duna de areia. O que se vê é a carne, a pele, as linhas, marcas e bandeiras que carregamos.


Herança em 3x4

Potiguar de Natal, Ian Rassari é filho de fotojornalista e neto de poeta. É desses que enxerga e entende arte como condição. Começou fazendo de brinquedo o instrumento de trabalho do pai. Pegou gosto pela coisa. 


A obra de Ian está em formação. É nítido o bambolear de sua poética, que flerta com a fotografia subjetiva e a criação de imagens com o propósito de cravar um conceito nos olhos do espectador.

E é esse anseio agudo que o coloca em velocidade, que projeta uma ascenção apoiada em cada de sua direção de arte antes do clique e nos empurra com ele. 

Em tempos obscuros é preciso da arte de Ian Rassari em grande formato: as dobras de um corpo, os pelos de um torso, o mar a quebrar nos quadris de alguém como se ejaculasse. Não há o que temer. Trazer uma das fotografias de Rassari para sua coleção é levantar uma ou várias bandeiras.


VOCÊ TAMBÉM vai gostar dESSES ARTISTAS

DANIEL MALVA

DANIEL MALVA

LÉO SOMBRA

LÉO SOMBRA

EMIDIO CONTENTE

EMIDIO CONTENTE